30 de abril de 2014

Séries: The Office



   Taí, a série mais gostosa que eu amo assistir. Já acabou e tem um tempo que conheci, mas sempre soube que eu levaria pra frente, diferente de outras de humor.

   No maior estilo 'documentário', ou seja, uma câmera e atores, nada de super produções dos sitcoms comuns, The Office foi produzido nos EUA por Greg Daniels, mas originalmente é uma série britânica (UK), criada por  Ricky Gervais e Stephen Merchant
   Esse formato de filmagem tem a motivação principal de representar o cotidiano de uma empresa de papeis chamada Dunder Mifflin e de seus funcionários. Todos os personagens tem conhecimento da câmera, o que faz da série muito original e espontânea. vocês não sabem quanto já gargalhei 
   É difícil nomear todos os personagens e descrevê-los porque são, sem exceção, muito participativos e não há aquela impressão de que existe um personagem principal, mas vamos lá: Michael Scott, o 'chefe' da compania, acha que é o melhor amigo de todos no escritório; os funcionários, no entanto, sentem o contrário. Tanto o personagem quanto o ator, Steve Carell, permaneceram até a sétima temporada, o que eu ainda acho ter sido o maior defeito da série. Carell, minha personificação da comédia sair da minha série favorita? Como assimmm?! Se vocês assistirem pelo menos um episódio, também sentirão a energia da qual estou falando.


   Pam Bessly, recepcionista da Dunder Mifflin, começa a série como noiva do chato entregador Roy que só se faz vilão do casal que você torce pra ficar junto a maior parte das temporadas e acabar com isso logo. Jim Halpert é um dos vendedores da Dunder Mifflin que tem uma forte amizade marcada por uma tensão romântica, com a recepcionista Pam. Jim é o tipo de cara que você simpatiza em 5 minutos. Por último, Dwight Schrute, assistente de Michael Scott, é um premiado vendedor, conhecido por sua personalidade autoritária de 'babaca' e fanatismo por ficção científica. Há uma rivalidade constante entre Jim e Dwight, cujas personalidades diferentes frequentemente levam a conflitos muuuuito engraçados. Ainda existem Ryan, Angela, Kevin, Oscar, Stanley e o tempero que faltava pra você morrer de rir: Toby Flenderson. Interpretado por Paul Lieberstein, é representante do RH. É tímido pacas e subordinado o tempo todo, mas mais conhecido por causar tanta antipatia em Michael Scott. Até que nas primeiras temporadas era bem sutil esse ódio do chefe e talvez depois que os produtores perceberam que Toby era perfeito como alvo de Scott: simples, fácil e hilário. Ah, vale ressaltar os quotes que soltam em cada episódio, tenho uma pasta repleta deles! Impossível não rir só mais um pouquinho haha


Vencedora e homenageada de vários prêmios e ocasiões, The Office se tornou uma das maiores fontes da minha zona de conforto, indico demais pra vocês! 


Se assim como eu vocês xonaram, conheçam a lojinha da NBC que vende simplesmente tudo que eu gostaria de ter da série! Blusas, canecas, placas, cadernos, DVD's... *o* aceito  presente, sim ou claro?!


3 comentários:

  1. Eu não conhecia a série, mas pelo que você escreveu parece ser realmente boa, e bom, tem Steve Carell no elenco, então deve ser boa mesmo. =D

    http://amolivrosdeverdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já vi alguns episódios e ri muito!
    Mas a faculdade está acabando com meu tempo e sanidade mental UHAUHAUAHUAHAUHAUHA
    Nas férias colocarei tudo em dia!

    Ana P.M. ♛ Queen Reader - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.

    ResponderExcluir
  3. Essa serie é a melhor que existe eu adoro. http://luh-anna.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir